sexta-feira, 7 de março de 2008

Liberdade de expressão!


Nesse tópico, vou deixar minhas ideias e opinião sobre muitos assuntos, afinal, somos livres para expressarmos tudo o que pensamos não acham?

"Profissão Casamento"

Por que será que a maioria esmagadora das mulheres fazem do casamento um grande negócio?

Desde criança, mulheres são condicionadas a acreditar que só serão felizes, realizadas, depois de casadas. E não é só casar e pronto, é necessário para agradar o marido, lavar, passar, cozinhar, limpar, servir, servir, servir...

Antigamente ainda se ficava em casa enquanto o "homem da casa" trabalhava para trazer o sustento para o "lar doce lar" enquanto a mulher ficava em casa cuidando dos serviços domésticos e dos filhos, mas hoje em dia, além de ter de fazer tudo isso, ainda a mulher tem que trabalhar fora para sustentar o marido.

Eu acho o casamente como profissão uma instituição falida, não é uma sociedade com direitos iguais, funciona como patrão e empregada.

Não sou contra se apaixonar, enfim, claro que o casamento com amor, respeito e igualdade pode dar certo, mas para isso a mulher tem que aprender a ter opinião própria, acreditar em si mesma, ter a consciência de que pode se sustentar sozinha e que não tem a obrigação de servir ninguém. É, as vezes rever os conceitos pode fazer a diferença.

2 comentários:

Iana da Costa Nascimento disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Iana da Costa Nascimento disse...

O que você escreveu acima é o que se passa em meus pensamentos. Não que eu seja contra a quem quer ter um relacionamento e casar... Se assim for a vontade, que sejam felizes. Mas sinceramente, não me vejo infiltrada nessa instituição falida que como você mesma asseverou: relação patrão/empregada. Por mais que os afazeres sejam dividos, a mulher sempre leva a pior, graças a cultura a qual estamos acostumadas.
Bjs