sábado, 8 de março de 2008

Ainda é possível amar e perdoar continuação parte 2

- As coisas não estão boas pra mim. – Diz Luizinho desanimado.
Eles param, pegam o skate na mão e andam até o shopping.
- Deu pra perceber, olha seu rosto, o que foi isso? – Pergunta Caio que tenta passar a mão no rosto do amigo, mas este se esquiva.
- O de sempre, e meu velho tendo nossa conversa de sempre.
- Você e seu velho não se entendem mesmo ein? – Diz Fred.
Os rapazes entram no shopping.
- Cuidado Fred para não esbarrar em sua mãe aqui, você sabe como ela pega no nosso pé. – Luizinho sorri ao dizer isso.
- É... sempre falando mal de nossas roupas e tal.
- Vocês sabem como minha mãe é “perua”, nuca vai nos entender.
- Muito menos aceitar.
Os três entram em uma loja de jogos eletrônicos.
- Veja Caio, aquele jogo em que você pode ser a policia ou o bandido.
- Vou ser o bandido.
- Eu também! – Fala Fred empolgado.
- Hoje não quero jogar, vou passar o tempo na internet.
Na casa de Fred, uma bonita residência em um bairro nobre de São Paulo, Luiza se arruma para sair.
- Aqui está dona Luiza, seu vestido chegou da tinturaria.
- Obrigada Vanessa, preciso estar impecável esta noite.
- Mais um daqueles jantares?
- Sim, onde será que Frederico se meteu?
- Eu o vi saindo de manha, depois disso não o vi mais.
- Estava com aquele skate e com aquelas roupas?
- Sim dona Luiza, esse menino não deixa esse jeito despojado de ser.
- Não sei mais o que fazer com o Frederico, ele anda impossível, mas hoje eu tenho outras coisas em que pensar.
Luiza sai deixando Vanessa pensativa.
- Esses jantares que dona Luiza promove enquanto o Dr. Aurélio não está ainda vão dar o que falar.
Soraia, outra empregada, entra sem avisar no quarto interrompendo os pensamentos de Vanessa.
- Você viu como dona Luiza se arrumou hoje? Parece que o jantar desta noite será de “arromba” ein.
Vanessa olha para Soraia com desaprovação.
- Isso eu não sei, não é da minha conta e não deveria ser da sua também, vamos, venha, temos muito que fazer.
- Está certo “senhora toda certinha”, eu me esqueço que você é correta demais para revidar um simples comentário.
No shopping, os três saem da loja e se dirigem a praça de alimentação.
- Caras, entrou uma nova empregada lá em casa que é um verdadeiro avião.
- Quem contratou seu pai? – Pergunta Luizinho.
- Talvez, ele anda meio estranho ultimamente e não tem parado em casa, mas quando não sai, sempre pede alguma coisa para ela.
- Sua realidade é outra Fred, seus pais têm um comportamento estranho entre eles, mas nada que se compare aos meus.
Eles vão até uma lanchonete e logo pega uma bandeja com seus pedidos, Fred e Caio vão na frente à procura de uma mesa para se sentarem, Luizinho vem logo atrás. Mas ao passar por uma das mesas, tropeça em seu cadarço e deixa cair sua bandeja sobre duas moças e um rapaz.
- Me desculpem, foi sem querer. – Diz ele sem graça.
Enquanto as moças se limpam, o rapaz se levanta e pega Luizinho pelo colarinho de sua camiseta.
- Você não enxerga garoto idiota? - Pergunta Murilo.
Nisso, Caio e Fred que já estavam sentados, levantam-se e vão em direção à confusão.
- Calma cara, foi sem querer. – Caio tenta apaziguar a discussão.
- Solta ele cara, solta ele! – Grita Fred alterado.
- Por que eu faria isso?
Murilo empurra Luizinho que cai sobre uma mesa, Caio e Fred vão para cima do rapaz e começam a agredi-lo, as garotas tentam separa-los, dois seguranças separam a briga.
- Tirem esses delinqüentes daqui!
Ao perceberem que Murilo estava bem vestido e os garotos usavam roupas despojadas e que carregavam com eles skates, os seguranças levam apenas os três, deixando Murilo e as garotas.
Continua...

4 comentários:

alias disse...

Quase uma Clarice Lispector. Agora sim você é uma escritora antenada com o mundo moderno; tem o seu próprio blog. Leia meu texto sobre o dia das mulheres no meu blog.
P.S.: ele se chama "pensamentossolitarios".
É do blogspot mesmo...

alias disse...

O eterno conflito de gerações...não sei porque tem que existir isso, né?

Júlia! disse...

Nuuuss Si...
muito bom seu texto cara... Adorei, mas to curiosa pra saber o que acontece!!! bjus...

ஜॐஜღ נэรรý¢ลღஜॐஜ ☆ disse...

posta o resto
;)